terça-feira, janeiro 09, 2007

Beatriz, de Chico Buarque




Olha
Será que ela é moça
Será que ela é triste
Será que é o contrário
Será que é pintura
O rosto da atriz

Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Olha
Será que ela é louça
Será que é de éter
Será que é loucura
Será que é cenário
A casa da atriz
Se ela mora num arranha-céu
E se as paredes são feitas de giz
E se ela chora num quarto de hotel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Sim, me leva pra sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Aí, diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz

Olha
Será que é uma estrela
Será que é mentira
Será que é comédia
Será que é divina
A vida da atriz
Se ela um dia despencar do céu
E se os pagantes exigirem bis
E se o arcanjo passar o chapéu

(ao piano.. ou à viola... é uma das músicas mais bonitas que já ouvi)

4 Comentários:

Blogger Filipe disse...

a maria joão e o mario laginha têm uma versão disto.. pra lá de bom.. o chico é grande.. pra lá de grande..

10 de janeiro de 2007 às 12:57  
Blogger apereira disse...

Sim, faz parte de um album deles - Lobos, Raposas e Culotes (2000?) - foi lá que ouvi esta música... é cantada, também, pelo Milton Nascimento; Ana Carolina - acompanhada à viola por Seu Jorge - e por aí...

10 de janeiro de 2007 às 13:22  
Anonymous andaimo´s prince disse...

Vou ouvir, lá na obra.

10 de janeiro de 2007 às 21:54  
Blogger apereira disse...

;-)))... leva-me a ver a vista no teu andaimo(e?)...

11 de janeiro de 2007 às 09:34  

Enviar um comentário

<< Página inicial